segunda-feira, 22 de junho de 2009

Sexy literatura da Extinção





Poesia agonia de noite e de dia
Já há muito sem alegria
a vida ainda é bonita , sexy
e com montanhas de lixo

Trágica cómica dançante vida


Meninas de belos corpos

apertando botões de bombas

(Repete de ano e apanham da mãe natureza)

Meninos de belos corpos

apertando botões de bombas

Mais uma vez todos vocês
partem todo dia para o trabalho
de destruir o mundo

Realmente não há casa . . .

Poesia de rima pobre de rima fálida
triste rotina

Um refresco ajudaria nesse calor

Humanidade perdida em si
assassina de si e dos seres

Que horas ?

Não liga e não passa
faz é mais dessa poesia

O governo quer poder
Vais comer o que ?

Todo dia agora é isso
Não é mais poesia
é a triste realidade
todo dia







MonoTelha

Um comentário:

  1. muito bom o projeto, parabéns! na essência...

    ResponderExcluir